segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

A saga dos cabelos ondulados

Tenho de partilhar convosco que o meu cabelo é extra liso, daquele tipo que quero ir a uma festa e fazer uns caracóis e passado uma hora de os fazer já não tenho nada. Lá consigo fazer com um baby liss, muita espuma à mistura e muita laca no fim, tal que no fim não dá para pentear coisa que odeio.

Por ser tão liso e parece que nada assenta, nem cortes mais ou menos estruturados, optei por ter sempre o cabelo liso e comprido. Sou daquelas pessoas que ia ao cabeleireiro e pedia sempre apenas para me cortarem as pontas...e que não cortassem demais as pontas senão dava-me uma coisa! O meu corte então andava sempre à volta do mesmo, sem hipótese de mudar.

Há cerca de cinco meses começou a saga.... resolvi que gostava de ter o cabelo aos caracóis e ia experimentar, era "agora ou nunca". Então assim foi, em meia hora estava no cabeleireiro para fazer uma ondulação. Com medo que me estragassem o cabelo fui a uma das redes de cabeleireiros portuguesas mais conhecidas, ainda que fosse pagar mais pelo serviço.

Passado uma hora e meia estava com um cabelo loiro, comprido e ondulado, cheiinho de espuma e acabado de sair do difusor.

Quando pude lavar o cabelo e nos dias seguintes o meu cabelo começou a parecer-me com um ar estranho, passado quinze dias estava metade liso, metade encaracolado, parecia um caniche rafeiro com o pêlo comprido e mal tratado.

Dirigi-me ao local onde tinha feito a ondulação e disseram que a culpa tinha sido minha, porque disse que queria uma ondulação larga e que a única opção era refazer tudo. A opção era continuar assim com o cabelo ou tentar novamente já que tinha pago forte e feio pela ondulação. Pior não podia ficar, achava eu!

O meu cabelo ficou tão queimado que já nem podia esticá-lo porque as pontas mais curtas pareciam tufos todos torcidos a aparecer pelo meio, não havia maneira de o alisar decentemente! Tanto que resolvi ir a outra cabeleireiro e cortar metade do comprimento. E era uma vez o meu cabelo comprido.

Começou então a luta por encontrar o produto ideal para os meus "caracóis", corri imensas espumas, mas o cabelo fica com ar sempre duro e tenso, coisa que odeio.

Foi então que encontrei um produto da Kérastase.





Encontrei estas imagens para vos mostrar. A embalagem que tenho é a da imagem de cima, mas penso que o produto seja igual, apenas em embalagem diferente.

Consiste então num creme de definição de cachos para cabelos encaracolados. Promete definição e protecção dos cachos contra o calor e frisamento devido a humidade. Contém óleos que nutrem e amaciam o cabelo sensibilizados.

Deve ser aplicada uma pequena quantidade, uniforme por todo o cabelo molhado, depois de lavado e secar com um difusor e vóila!

Posso dizer-vos que o meu cabelo é tão tão liso, que mesmo com ondulação basta-me passar uma escova com o secador que a ondulação desaparece na hora. Logo, para a ondulação se manter só mesmo com espuma, com aquele aspecto tenso que já referi. Tanto que desisti da ondulação e já andava há uns dois meses com ele esticado.

Hoje vi o produtinho da Kérastase no armário e só para poder usá-lo toca a secar com difusor...

Este óleo define-me a ondulação, o cabelo fica leve e hidratado, com um ar muito natural. E tem uma característica muito particular... o seu cheirinho! Obviamente não gostamos todas dos mesmos cheiros mas, para mim, este óleo tem um cheiro tão agradável que me apetece comprá-lo mesmo quando voltar a ter o cabelo liso!
É um cheiro frutado e persistente que me transporta para um sentimento de Verão!

E vocês? Já experimentaram? Bjinhos

Sem comentários:

Enviar um comentário