terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Horta sem jardim


Para começar esta publicação convém-me dizer que vivo num apartamento com duas varandas, uma virada a nascente outra a poente (na qual na realidade apenas dá sol directo a partir da Primavera).

A minha mãe gosta muito de ter flores na varanda e durante muito tempo a minha avó também vivia connosco (até falecer) e tinha um hábito de plantar os caroços e pevides de inúmeras frutas nas floreiras! O que é certo é que dessas pevides, em floreira, nasceram até um pessegueiro, uma nespereira e um limoeiro!!

No ano passado olhei para os vasos e achei que estava uma grande confusão, já eram quase árvores misturadas com árvores, no meio de flores, imensos bolbos que a minha mãe todos os anos punha na terra e lá ficavam, enfim, uma grande confusão. Num dia de sol olhei para aquilo e achei que era tempo de fazer uma limpeza! Comprei terra nova, argila expandida e comecei a mudar tudo de sítio e a deitar inclusive algumas fora porque já tinha dois pessegueiros numa varanda...






Achei tanta piada que desde então resolvi começar a plantar coisas! No ano passado já colhi rabanetes, cenouras, alface, tomates, agriões, pimentos padrón, malaguetas, physalis e todo o tipo de aromáticas (hortelã, alecrim, salsa, coentros, lavanda, camomila, tomilho bela-luz, tomilho dos gatos, sálvia, mangericão, mangericão canela, cebolinho, erva-príncipe....).

Comecei com a aventura já no final da Primavera e nem tudo correu muito bem, principalmente porque algumas coisas já foram plantadas mais tarde do que deviam. Entre os problemas deparei-me com o aparecimento de várias pragas (lagartas, pulgões, cochonilha...) e os meus gatos que adoram trincar a erva-príncipe e o cebolinho, um dos meus gatos comeu uma planta inteira de erva-príncipe e tive de ir comprar outra!

O maior desafio é quando queremos começar a plantar mais coisas e diferentes e o espaço é escasso. É aí que entra o "modo tetris" e a criatividade! 

O blog quando começou foi com o intuito de ser com uma temática diversificada, daí o nome, a ideia era abranger várias coisas do mundo feminino, do dia-a-dia. Depois percebi o trabalho que dava, o querer tirar fotografias e não ter muita luminosidade em casa, foram surgindo possibilidades de parceria e acabei por me focar essencialmente na cosmética! Acabei até por criar um instagram com as minhas aventuras com as plantinhas mas acho que podia incluir no instagram do blog...

Se gostaram da ideia posso começar a partilhar o que tenho  vindo a aprender e algumas dicas para quem quiser experimentar também plantar algumas plantinhas em casa! Para ter umas aromáticas basta um parapeito de janela bem iluminado! 

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Ange ou Demon da Givenchy


Já tiveram aquela sensação de irem comprar o vosso perfume favorito e descobrirem que era uma edição limitada ou que foi descontinuado e já não se vende mais? Pois bem, acho que tenho pontaria porque muitos dos muitos perfumes favoritos ao longo do tempo acabaram por desaparecer. Um deles que queria muito ter era o Scarlett da Cacharel portanto se alguém souber onde ainda possa encontrar avisem, por favor!!!

Tenho cá por casa já há algum tempo um perfume da Givenchy que é dos meus favoritos e o frasco ainda tem algum perfume porque como sei que já não se vende tenho vindo a poupá-lo e uso-o apenas em ocasiões especiais ao invés de usar no dia-a-dia.





O perfume de que falo é o Ange ou Demon Diamantissime Tendre, uma versão de um mítico perfume da Givenchy que nesta edição vinha com cristais Swarovsky no frasco. Trata-se de um perfume Chipre Floral, em que as notas de topo são Flor de Laranjeira, Lírio-do-Vale e Tangerina, as notas de coração Peônia, Lírio e Heliotrópio e as de fundo Patchouli e Oriza (ou madeira Pau-Brasil).

É uma fragrância ligeiramente floral, encorpada e com um acabamento amadeirado bastante presente. Acho que tem um "quê" de fragrância masculina.

A Versão normal actual do Ange ou Demon Eau de Parfum tem como notas de topo Tangerina, Açafrão e Tomilho, as notas de coração são Lírio, Orquídea e Ylang-Ylang e as notas de fundo são Fava Tonka, Baunilha, Pau-Brasil e Musgo de Carvalho.

Embora haja notas em comum às duas fragrâncias e haja algo bastante semelhante entre as duas, o Ange ou Demon Diamantissime Tendre (o do frasco azul com cristais e sobre o qual recai a minha preferência), era ligeiramente mais fresco e a versão actual é ainda mais forte e amadeirada.

Há inúmeras versões deste perfume, tantas que uma pessoa até fica confusa....há versões Eau de Toilette, Eau de Parfum, a versão Le Secret Eau de Parfum e Eau de Toilette, Le Secret Elixir, etc, etc...

Pelo que pude conferir nas perfumarias há actualmente essencialmente três versões, o Ange ou Demon Eau de Parfum, Ange ou Demon Le Secret Eau de Parfum (frasco rosa) e o Ange o Demon Le Secret Eau de Toilette (frasco amarelo). Têm todos fragrâncias muito distintas e também gosto bastante do Le Secret Eau de Parfum que tem uma nota de saída muito fresca e cítrica mas as notas de fundo são também amadeiradas e florais.

Costumo ser bastante fiel aos perfumes e usar quase sempre o mesmo, embora tivesse dois ou três preferidos. O que já usava há muito tempo como sendo "o meu perfume" era o Hypnôse da Lâncome. Este Natal resolvi comprar perfume para mim e para oferecer e como andei à procura acabei por me apaixonar por um perfume novo. Comprei para mim este Ange ou Demon Eau de Parfum que gosto imenso porque é uma fragrância marcante tal como o Hypnose e encomendei uma fragrância mais fresca que também já usava e o tal que descobri recentemente. Partilho-os numa próxima publicação!!!

Quais são os vossos perfumes de eleição? Deixem em comentário! 






sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Bahama Mama vs Hoola vs Honolulu



O Hoola da Benefit é um produto que costumo ter sempre e é um dos bronzers que mais uso, principalmente no Verão quando estou mais morena porque agora o que tenho usado mais é um da Clarins. Já o uso há cerca de sete anos. Para quem acha que a Benefit não é uma marca barata, o Hoola que aparece na imagem é o tamanho de viagem que comprei na Sephora e chega-me perfeitamente. Em vez de investir no tamanho grande comprei este que me custou salvo erro cerca de 10 ou 15€ e dura-me imenso tempo.

Havia outros dois bronzers que me pareciam muito semelhantes e que sempre tive curiosidade de comparar e embora os tenha já há muito tempo só agora me ocorreu publicá-los. Acho bastante útil puderem comparar a cor dos três lado a lado porque fartei-me de pesquisar online e nunca consegui encontrar.

Assim sendo, nesta publicação figura três bronzers:

- Bahama Mama da The Balm (7g) - cerca de 20€
- Hoola da Benefit (tamanho normal 8g, travel size 4g) - cerca de 30€ tamanho normal
- Honolulu da w7 (6g) - 3,50€




Todos vêm em caixas de papel resistente, o Bahama Mama e o Hoola trazem um pequeno espelho no interior e o Hoola e o Honolulu trazem um pequeno pincel recto que embora possam dar jeito em viagens e são ambos bastante suaves nunca os uso e não gosto de os ter dentro das caixas porque ficam todos sujos.

Dos três o Bahama Mama é o que tem a tonalidade mais fria (perceptível nas luz com flash) e também o mais escuro dos três. Se quiserem um produto para usar como contorno talvez este seja a melhor opção dos três. Na minha pele é o que menos gosto, tenho uma tonalidade de pele bastante amarela e este é o que menos me agrada em termos de cor.

Entre o Hoola e o Honolulu, o primeiro nas amostras de cor no braço parece bem mais claro e com uma tonalidade mais amarela mas curiosamente, quando aplicados no rosto acho que o Honolulu acaba por ter mais aquele aspecto alaranjado na pele. Talvez seja como eles se comportam ao ser aplicados na pele e com pincel (nas imagens foram retirados e aplicados com o dedo). O Hoola e o Bahama Mama são bem mais cremosos, sente-se que é um pó de melhor qualidade enquanto o da W7 é mais empoeirado e seco quando se retira o produto com pincel. Talvez por isso sinta que o Hoola acaba sempre por durar mais tempo porque há menos desperdício de produto.

Aplicados no rosto o Hoola e o Honolulu são bem semelhantes, embora o Hoola se comporte melhor na pele. Permite ser mais facilmente trabalhado, desde o nível de cor que permite uma aplicação mais leve ou carregada e consegue-se um melhor esfumado, adquirindo uma cor mais uniforme e esbatida. Por último, o da Benefit também tem melhor durabilidade na pele.

Conclusão, o meu favorito entre os três continua a ser o Hoola, embora entre este e o da W7 não haja uma diferença abismal a nível de cor e acabamento que não me faça recorrer a ele de vez em quando, principalmente quando um acaba e não me apetece gastar mais de 30€ num bronzer.



Luz com flash

Luz natural





quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Sérum capilar Frutas Cítricas



A linha Novex Frutas Cítricas foi formulada a pensar nos cabelos oleosos, reunindo extratos de limão, laranja e kiwi numa fórmula sem Sal e sem Parabenos, que revitaliza os cabelos e os deixa limpos, soltos e perfumados.

Já tinha visto há algum tempo o Sérum Novex Frutas Cítricas mas nunca me tinha chamado a atenção por causa do nome - sérum. O nome do produto induz em erro e sempre pensei que fosse para colocar nas pontas do cabelo. Na realidade é uma espécie de tónico em spray para colocar na raíz do cabelo. É formulado para ajudar a aliviar a comichão e a diminuir/normalizar a oleosidade dos fios e é composto essencialmente por extractos de plantas.


Modo de uso: 
1: Lavar o cabelo com o Champô Novex frutas Cítricas e massajar desde o couro cabeludo até as pontas. Enxaguar.
2: Com os cabelos húmidos, aplicar o Sérum Novex Frutas Cítricas no couro cabeludo e massajar durante 2 minutos. Não enxaguar.

É muito fácil de aplicar e leve se aplicado com moderação (se aplicado em demasia deixa-me araíz do cabelo melado e pesado). Só experimentei aplicar antes da secagem do cabelo sem enxaguar. Andei imenso tempo para tentar usar este produto e dar uma opinião sobre os efeitos dele já que tenho a raíz do cabelo oleosa mas entretanto com a chegada do frio estou com o couro cabeludo extremamente sensível e seco, a descamar e até a pele do rosto feita num oito. Já há cerca de dois anos que não reagia tanto ao frio e que não sentia o couro cabeludo sensibilizado, desde que cortei o cabelo muito curto. Apesar de muito liso, tenho muito cabelo, grosso e pesado, acho sinceramente que o facto de estar maior e o peso dele influencia muito na sensibilidade do couro cabeludo. Neste momento já nem sei se use produtos hidratantes ou produtos para cabelos oleosos, tenho o cabelo numa desordem, apetece-me voltar a cortá-lo todo! 






Ingredientes:
AQUA, POLYSORBATE-20, SAPONARIA OFFICINALIS LEAF/ROOT EXTRACT, KAPPAPHYCUS ALVAREZII EXTRACT, LAMINARIA SACCHARINA EXTRACT, HYDROXYETHYL UREA, DMDM HYDANTOIN, MENTHYL LACTATE, SORBITOL, PROPYLENE GLYCOL, EUCHEUMA SPINOSUM EXTRACT, ACTINIDIA CHINENSIS FRUIT, CITRUS AURANTIUM BERGAMIA FRUIT EXTRACT, CITRUS AURANTIUM DULCIS FRUIT EXTRACT, CITRUS LIMON FRUIT EXTRACT, BUTETH-3, SODIUM BENZOTRIAZOLYL BUTYLPHENOL SULFONATE, PHENOXYETHANOL, TRIBUTYL CITRATE, SODIUM SULFATE, CI 19140, CI 42090.

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Vichy LIFTACTIV Sérum 10 Olhos e Pestanas


Uma das coisas que nunca tinha usado na minha rotina diária de cuidados e que senti que tinha de investir urgentemente era um sérum para pestanas. Já há algum tempo que sinto que tenho as pestanas mais fraquinhas e menos densas. Antigamente qualquer máscara de pestanas pé de chinelo me faziam sentir com umas mega pestanas e agora não é com qualquer um que consigo volume e alongamento e procuro sempre, principalmente alongamento.

Lembro-me de ler há muito tempo atrás, num blog chamado "Coisas e ou Cenas", da Ana, que entretanto já não existe sobre o Vichy LIFTACTIV Sérum 10 Olhos e Pestanas, como sendo um repetente na rotina de alguém que passa a vida a experimentar uma catrafada de produtos diferentes, o que só poderia significar que era coisa boa.



Como me ficou na memória e não me apetecia procurar muito resolvi mandar vir da Notino numa das minhas encomendas (embora no site diga erradamente sérum para olhos e sobrancelhas ao invés de pestanas).

Promete ser um sérum adaptado aos olhos sensíveis, para todas as mulheres, a partir dos 35 anos, que querem uma transformação visível através das pestanas: efeito lifting + luminosidade instantânea + pestanas fortificadas.

Vem numa embalagem de 15ml com pump que é como gosto dos produtos, são as embalagens mais práticas e higiénicas, não estando o produto em contacto com as mãos ou com o ar.

Quando à diminuição de olheiras não há nada que me convença, nem 12h de sono seguidas. Quanto às pestanas quero acreditar que a longo prazo possa vir a fazer alguma coisa por elas. É bom como base para o hidratante, é leve, de fácil absorção e sem dúvida compatível com os meus olhos super alérgicos, mesmo quando aplicado nas pestanas portanto hei-de voltar a ele certamente.

Já alguém usou este produto e notou diferenças nas pestanas ou recomendam outro diferente? Também estive para experimentar o da Sesderma, talvez para a próxima...


Aplicação:
1. Retire e, em seguida, espalhe uma gota de soro na ponta dos seus dedos.
2. Feche os olhos e aplique suavemente no contorno dos olhos .
3. De olhos fechados, sobre toda a área da pálpebra inferior espalhe do canto interno para o canto externo do olho, incluindo as pestanas
4. Para terminar de olhos fechados, coloque o indicador na ponta das pálpebras e deslize o indicador até à ponta das pestanas.



Ingredientes:
AQUA - RHAMNOSE - GLYCERIN - ALCOHOL DENAT. - DIMETHICONE - HYDROXYETHYLPIPERAZINE ETHANE SULFONIC ACID - PEG-20 METHYL GLUCOSE SESQUISTEARATE - CI 77891 - MICA - TRIETHANOLAMINE - SODIUM HYALURONATE - SALICYLOYL PHYTOSPHINGOSINE - PALMITOYL OLIGOPEPTIDE - PALMITOYL TETRAPEPTIDE-7 - PHENOXYETHANOL - ADENOSINE - AMMONIUM POLYACRYLDIMETHYLTAURAMIDE - CHLORPHENESIN - DISODIUM EDTA - XANTHAN GUM - OCTYLDODECANOL - ACRYLATES/C10-30 ALKYL ACRYLATE CROSSPOLYMER - N-HYDROXYSUCCINIMIDE - CHRYSIN

Gel de Banho Concentrado


Uma das novidades da Yves Rocher do ano passado foram as embalagens de gel de duche concentrado. É a versão do gel normal em tamanho pequenino, numa embalagem de 100ml que pode parecer conter pouco produto mas a realidade é que dura uma eternidade.

Aliando a vontade incessante de respeitar a pele e o planeta, o conhecimento incomparável do vegetal e o desejo crescente de tornar a vida das mulheres mais bela, a Rede de Especialistas da Yves Rocher transforma um produto do quotidiano numa fórmula mágica. Reinventaram um produto de utilização tão comum como um gel duche aliando a  vontade incessante de respeitar a pele e o planeta. O princípio é surpreendente.



Com base lavante 100% de origem vegetal, a sua fórmula com 97% de ingredientes de origem natural, os seus aromas benéficos e a sua nova fórmula totalmente inovadora desenvolvida sem conservantes, o novo Gel Duche Concentrado surpreende no duche.

Este novo Gel duche é tão concentrado que uma só dose desta fórmula mágica é suficiente para um duche. Um frasco de 100ml corresponde a 40 utilizações, ou seja, o mesmo número de utilizações do que um frasco de 400ml. 

Isto é tudo o que a marca promete, cá em casa algo me diz que a embalagem me durou mais de 40 utilizações. Já a tenho a uso há bastante tempo e ela nunca mais acaba.

A embalagem é concebida de forma a que quando a apertamos para libertar o produto sai um pequeno jacto, com uma quantidade controlada de produto (não é propriamente uma gota).

Existe disponível em três fragrâncias, Olive Petitgrain, Mango Coriander e Bourbon Vanilla. 

Petite Grain
Os óleos essenciais de Laranja-amarga e Azeitona são utilizados pelas suas virtudes reconhecidas como relaxantes. O seu agradável perfume, simultaneamente floral e vivificante, ajuda a libertar o espírito para um momento de quietude e serenidade.

Mango Coriander
No âmago dos frutos do Coentro, esconde-se toda a riqueza do seu óleo essencial com propriedades
tonificantes. Ele associa-se às notas vibrantes da Manga para um despertar repleto de vitalidade. 

Bourbon Vanilla
Estrela da família das orquídeas, a Baunilha Bourbon é como uma carícia inebriante. As suas notas carnais e luminosas revelam-se na pele e exaltam os sentidos

O Petit Grain terá provavelmente o cheiro mais consensual, ao aplicar no banho tem uma fragrância que me parece até ligeiramente masculina mas que depois do banho deixa um cheirinho suave na pele. O Mango Coriander (Manga e Coentros) cheira a manga, é docinho q.b. e não se assustem porque não tem nada de cheiro a coentros! Por último o Bourbon Vanilla tem um cheiro mais doce e activo e portanto o que menos gosto dos três.

O gel, mesmo com uma pequena quantidade cria uma espuma abundante e cremosa.

Recomendo muito a experimentarem este produto, além de ser pequeno, ocupar pouco espaço e conter o desperdício de plástico gasto nas embalagens é genial principalmente para levar em viagem! O preço de cada um é de 3,95€.