terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Horta sem jardim


Para começar esta publicação convém-me dizer que vivo num apartamento com duas varandas, uma virada a nascente outra a poente (na qual na realidade apenas dá sol directo a partir da Primavera).

A minha mãe gosta muito de ter flores na varanda e durante muito tempo a minha avó também vivia connosco (até falecer) e tinha um hábito de plantar os caroços e pevides de inúmeras frutas nas floreiras! O que é certo é que dessas pevides, em floreira, nasceram até um pessegueiro, uma nespereira e um limoeiro!!

No ano passado olhei para os vasos e achei que estava uma grande confusão, já eram quase árvores misturadas com árvores, no meio de flores, imensos bolbos que a minha mãe todos os anos punha na terra e lá ficavam, enfim, uma grande confusão. Num dia de sol olhei para aquilo e achei que era tempo de fazer uma limpeza! Comprei terra nova, argila expandida e comecei a mudar tudo de sítio e a deitar inclusive algumas fora porque já tinha dois pessegueiros numa varanda...






Achei tanta piada que desde então resolvi começar a plantar coisas! No ano passado já colhi rabanetes, cenouras, alface, tomates, agriões, pimentos padrón, malaguetas, physalis e todo o tipo de aromáticas (hortelã, alecrim, salsa, coentros, lavanda, camomila, tomilho bela-luz, tomilho dos gatos, sálvia, mangericão, mangericão canela, cebolinho, erva-príncipe....).

Comecei com a aventura já no final da Primavera e nem tudo correu muito bem, principalmente porque algumas coisas já foram plantadas mais tarde do que deviam. Entre os problemas deparei-me com o aparecimento de várias pragas (lagartas, pulgões, cochonilha...) e os meus gatos que adoram trincar a erva-príncipe e o cebolinho, um dos meus gatos comeu uma planta inteira de erva-príncipe e tive de ir comprar outra!

O maior desafio é quando queremos começar a plantar mais coisas e diferentes e o espaço é escasso. É aí que entra o "modo tetris" e a criatividade! 

O blog quando começou foi com o intuito de ser com uma temática diversificada, daí o nome, a ideia era abranger várias coisas do mundo feminino, do dia-a-dia. Depois percebi o trabalho que dava, o querer tirar fotografias e não ter muita luminosidade em casa, foram surgindo possibilidades de parceria e acabei por me focar essencialmente na cosmética! Acabei até por criar um instagram com as minhas aventuras com as plantinhas mas acho que podia incluir no instagram do blog...

Se gostaram da ideia posso começar a partilhar o que tenho  vindo a aprender e algumas dicas para quem quiser experimentar também plantar algumas plantinhas em casa! Para ter umas aromáticas basta um parapeito de janela bem iluminado! 

3 comentários:

  1. Dá sempre para plantar algumas coisinhas na varanda!!

    Novo post: http://abpmartinsdreamwithme.blogspot.pt/2018/01/dream-trip-primeiro-dia-em-bruxelas.html

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
  2. E há coisa melhor do que comer o que plantámos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A única desvantagem é sair tudo bem mais pequenino do que o que vemos no supermercado e só puder plantar em pequeníssima quantidade! Porque do plantar ao colher demora vários meses... :)

      Eliminar