quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Calvin Klein One Summer 2018


Já falei por aqui dos perfumes da Calvin Klein, especialmente os One e, o que têm de bom e democrático é serem unisexo! Além de dar para homem e mulher, isto significa que as notas nunca são demasiado relevantes, revelando-se em notas neutras e por norma frescas, sem serem demasiado doces! 

Todos os anos é lançada uma edição especial e limitada de Verão e, este ano, não é excepção. O Calvin Klein One Summer 2018, apresenta-se num frasco de vidro azul turquesa (de 100ml), inspirado no azul do céu de Verão. 





O frasco pode ser personalizado e decorado com autocolantes que vêm na parte de trás da embalagem de cartão. Os autocolantes são compostos por pequenas fotografias de Connor Fanta e grafismos de Raf Simons.

A fragrância abre-se em notas frescas de limão, lima e mojito, como notas de coração  tem flores brancas, ananás e goiaba e termina na madeira de cedro e doçura do leite de coco.

De todos os que usei acho que este é onde se denota mais umas ligeiras notas que se assemelham a perfume masculino. Da primeira vez que o usei estranhei um bocadinho mas rapidamente me apaixonei pela fragrância! Este mês também acabei a encomendar o Eternity Air Feminino para experimentar.

Embora neste perfume não houvesse disponível, sempre que possível tento comprar os perfumes em coffret porque compensa imenso, principalmente quando são para oferecer. 

Como tenho comprado muitos perfumes online e muitas pessoas têm dificuldade em embrulhar quando depois chega a casa (tenho bem o exemplo cá em casa onde tenho de ser sempre eu a embrulhar tudo), queria alertar-vos para o facto de já há algum tempo, a Notino, ter disponível embrulhos para as vossas encomendas. No checkout podem solicitar o embrulho do vosso produto/encomenda, seleccionando ainda agora que deseja de entre as disponíveis. o serviço de embrulho tem sempre um valor fixo de 4,99€.


domingo, 5 de agosto de 2018

Yves Richer Gel Creme Hydra Végétal


Já há algum tempo que recebi para experimentar este creme hidratante da Yves Rocher, da linha Hydra Végétal, uma linha inspirada no chorão-das-praias.

Toda a linha contém na sua composição água celular desta planta, proveniente de uma fileira de produção sustentável em La Gacilly e promete uma hidratação da pele contínua ao longo de 48h, sendo indicado para peles normais a mistas.

Para começar, eu tenho um grande problema em usar cremes em boião!! Tudo quanto é boião acaba por ficar encostado, portanto eu recebi este creme para experimentar e resolvi não o pôr a uso enquanto não terminasse os que tinha abertos.





Entretanto fui a uma feira e deram-me exactamente o mesmo creme, supostamente uma amostra (de 30ml) em bisnaga. Passados uns dias resolvi abrir o creme e curiosamente é o que tenho usado todos os dias de manhã há coisa de um mês e já está a terminar.

Este creme é em gel, portanto tem uma textura muito agradável e leve agora para os dias quentes, mas ainda assim não é dos cremes mais levezinhos que já usei e sente-se bem a hidratação na pele. Ele contém na sua composição gel de aloe vera, água de hamamelis, óleo de macadamia, extracto de chorão das praias, pantenol, alantoína e ainda ácido salicílico. 

Como podem concluir, está cheio de ingredientes hidratantes e calmantes para a pele e ainda o ácido salicílico que é óptimo para manter as borbulhinhas longe da cara! 

Fiquei extremamente surpreendida com este hidratante e certamente vou voltar a usá-lo e tentar dar uso ao boião. Para quem tiver pele realmente seca ou gostar de outro tipo de textura existe este hidratante na versão "rico".

A linha Hydra Végétal é muita completa e adorava experimentar os outros produtos, principalmente o sérum.

Linha Hydra Végetal:
- Gel de limpeza 125ml (7,50€) 390ml (10€)
- Leite desmaquilhante 200ml (7,50€)
- Água micelar 200ml (7,50€) 390ml (10€)
- Tónico 200ml (7,50€)
- Gel Creme e Creme Rico 50ml (10€)
- Gel esfoliante 75ml (9,15€) 
- Sérum Líquido 30ml 





sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Melvita - Óleo de Rosa Mosqueta


A minha review de hoje vem um bocadinho no seguimento do produto de ontem, da Sesderma. Isto porque ando sempre à procura de produtos hidratantes e que promovam alguma luminosidade na pele.

Este Inverno foi particularmente mau para a minha pele, já há alguns Invernos que não sentia a pele tão seca e sensível. Uma das coisas que me conforta a pele são produtos untuosos, sentir algo hidratante na pele mas detesto cremes com texturas pesadas e gordurosas. Por incrível que pareça, prefiro usar um óleo.

Os óleos ajudam-me imenso a dar um instantaneamente mais luminoso e repulpado à pele e há vários tipos de óleos, alguns que podem ser usados até em peles oleosas.

Já há algum tempo que lia sobre o óleo de rosa mosqueta e as suas propriedades e, inclusive, já tinha tido um com óleo com uma percentagem considerável de óleo de rosa mosqueta mas na altura os óleos não me diziam grande coisa.

Existem imensas marcas de óleos, a oferta é grande mas uma das coisas que preocupa é a qualidade. Já encomendei alguns óleos que pareciam e cheiravam a óleo de fritos, insuportavelmente gordurosos e mal cheirosos. Não é suposto um óleo parecer óleo Johnson e ficar com aquela gordura evidente à superfície da pele. 

óleo de Rosa Mosqueta é um óptimo hidratante, anti-idade e ajuda a prevenir e tratar cicatrizes e estrias. É recomendado a todos os tipos de pele mas ideal para peles secas e/ou baças que necessitem de luminosidade.





Depois de alguma pesquisa acabei por optar pelo óleo de Rosa Mosqueta da Melvita, que é um dos Best Sellers da marca. É um óleo rico em ácidos gordos, 100% natural, extraído a frio o que preserva  as características naturais da matéria-prima e biológico, certificado pela ECOCERT.

Estava inclinada para experimentar um óleo mais barato mas li que o óleo de rosa mosqueta para ter qualidade deve ter uma cor de um amarelo alaranjado vivo e o outro era clarinho demais. Este custa aprox. 25€.

Este óleo da Melvita é de um laranja quase cor de cenoura, vem num embalagem de 50ml com pump, o que é muito vantajoso quando se trata de um óleo que não é um produto fácil de dosear. O pump em si permite retirar uma quantidade mínima de produto, uma vez que duas ou três gotas são perfeitamente suficientes para o rosto todo.

Se aplicado na quantidade certa, este óleo é rapidamente absorvido pela pele, deixando apenas uma sensação de hidratação e luminosidade, caso contrário, se usado em excesso é demasiado oleoso e demorará algum tempo a ser absorvido, mediante também a necessidade da vossa pele. A minha por norma suga imediatamente qualquer tipo de óleo. Pode ser usado no rosto e no corpo, directamente na pele ou misturado com o vosso creme hidratante, por exemplo.

Eu gosto de usar os óleos como último passo do tratamento de rosto, depois do creme hidratante, uma vez que o creme hidratante é mais rapidamente absorvido pela pele.

Uma das particularidades deste óleo é que - esqueçam - não cheira a rosas nem coisa que se pareça. Quando o recebi fiquei um bocadinho alarmada mas depois de pesquisar opiniões percebi que era perfeitamente normal e até bom sinal.... ele tem um cheiro pouco agradável até, quase como se cheirasse a peixe mas se colocarmos duas a três gotas no rosto o cheiro torna-se rapidamente imperceptível.

Estou muito satisfeita com este óleo, só tenho pena que o frasco seja transparente porque não ajuda a conservá-lo, portanto por norma mantenho-o dentro de uma gaveta, no escuro para que ele mantenha as suas propriedades durante mais tempo. Agora estou muito curiosa para experimentar o de cenoura e o de argão.




quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Fluido Luminoso Sesderma C Vit Radiance


Já há bastante tempo atrás resolvi comprar o sérum da linha C-Vit da Sesderma porque era um produto tão badalado pelas bloggers. Podia ser o melhor cosmético do mundo mas passei a pasta porque não suportava o cheiro intenso dele a laranja!

Numa qualquer promoção da Notino, em que vinha o hidratante da mesma linha num coffret, juntamente com outro produto (penso que um produto da linha Acglicolic 20) foi a altura ideal para o experimentar.





O Fluido C-Vit Radiance trata-se de um creme hidratante iluminador e antivelhecimento pata o cuidado da pele desvitalizada.  Promete hidratar a pele, reduzir as rídulas e rugas, conferir elasticidade e luminosidade, atenuar as manchas e estimular a síntese de colagénio, exercendo uma acção refirmante. O extrato de laranja doce favorece a renovação celular, elimina as células mortas e ajuda no processo de penetração da vitamina C. Os glicóis e a glicerina asseguram a ação hidratante. O extrato de folha de amora melhora a atividade celular e reforça a ação antioxidante, protegendo a pele dos radicais livres (poluição, tabaco, stress).

Este hidratante contém pigmentos luminosos que proporcionam um efeito imediato radiante à pele. Tratam-se de micro partículas douradas cintilantes que são praticamente imperceptíveis, digo eu que odeio produtos com brilhos.

Achava que não ia gostar nada deste hidratante pela experiencia que tinha tido anteriormente com o sérum e, não sei se me habituei ao cheiro a laranja, ou este hidratante parece-me ter um cheiro (ainda assim a laranja) mas bastante mais suave em comparação com o sérum da mesma linha. O cheiro também não perdura muito na pele, pelo que não se torna incomodativo.

Ele tem uma textura fluída mas ainda assim com alguma cremosidade que se espalha muito bem na pele e é rapidamente absorvido. É o tipo de hidratante que gosto, com uma textura leve mas que ainda assim confere uma grande hidratação à pele, sem pesar.





Como podem reparar pela embalagem eu andava a usá-lo diariamente, de manhã, até que alguém de farmácia me disse "andas a usar um produto com vitamina C durante o Verão? Isso não é muito boa ideia porque é fotos sensibilizante".

Ora, eu andava sim a usá-lo e estava a gostar muito dele, então resolvi parar e começar a usar outro hidratante, não fosse o diabo tecê-las...

Entretanto vou a passar pelos stories e vi falarem novamente da vitamina C, mais propriamente a Ana, do The Skin Game, e enviei uma mensagem a questionar sobre isto e passo a transcrever, já que eu não tenho conhecimento de causa para opinar sobre estes assuntos:

"A vitamina C pura (ácido ascórbico) é fotossensível. Contudo, a maioria das fórmulas usa um derivado da vitamina C em vez da versão pura exactamente porque é super difícil fazer uma fórmula estável. Os que não usam um derivado, usam ingredientes que ajudam a estabilizar o ácido ascórbico como a vitamina E ou o ácido ferulico (...) Além disso, a ideia a ideia principal é prevenir os danos causados por radicais livres, a maioria dos quais deriva da exposição solar. Isso significa que, embora à noite a vitamina C tenha alguma eficácia, terá muito mais se usada durante o dia. A ideia deste ingrediente é prevenir e não reparar."

Conclusão, agora ando a usar outro hidratante mas já está mesmo nas últimas e sem dúvida que vou voltar a este. Gosto muito deste hidratante e estou certa que irei voltar a comprá-lo quando acabar.