quarta-feira, 11 de março de 2015

Era uma vez um cabelo.....


Muitos dos leitores aqui do blog acompanham a página de facebook e já viram que cortei o cabelo. Mas também sei que nem todos lá passam ou têm sequer facebook...! 

Depois de escrever aqui no blog que andava com uma vontade enorme de cortar o cabelo, finalmente, foi dito e feito! 

Tive cabelo comprido praticamente a vida toda, quem diz comprido é muito comprido a maioria das vezes, atrevendo-me apenas a cortar pelo queixo duas vezes. Depois de ver a minha irmã cortar o cabelo inúmeras vezes, fiquei com vontade de fazer o mesmo.

Acho que com o passar do tempo cada vez ficamos com menos paciência. Dizem que o tempo é dinheiro e se não o é, literalmente, vai-se tornando cada vez mais importante à medida que diminui a percentagem dele que temos para desfrutar das coisas que gostamos ou simplesmente a descansar..

Seja como for, andei três anos a tentar recuperar a saúde do meu cabelo e quando finalmente ele começa a ficar realmente com bom aspecto dá-me a louca e resolvo cortá-lo todo! Fiquei com vontade de mudar, de arriscar e de tirar a prova dos nove e ver finalmente como ficava com um corte diferente.

Hoje partilho convosco as partes desta aventura! Para começar ficam algumas imagens do antes.....









Em primeiro lugar pôs-se a questão de onde iria cortar o cabelo! Não queria arriscar o meu cabelo num mau profissional, para isso já me tinha chegado a experiência da ondulação... Comecei então a perguntar aqui e ali opiniões sobre cabeleireiros, a pessoas em cuja opinião confio ou que têm bons cortes de cabelo. Embora até ache que a minha cabeleireira habitual tem alguma competência a nível de cortes, jamais arriscaria a ir desbastar o cabelo todo com alguém a quem lhe custa cortar-me 3cm de pontas porque diz que tenho um cabelo lindo e inveja muito a minha cor de cabelo de todas as vezes que lá vou!!

Enveredar por um corte curto num mau cabeleireiro era o primeiro passo para acabar a sentir-me um rapaz ou com um corte tremendamente "azeiteiro" e me arrepender amargamente por vários e longos meses! Ainda mais que o meu cabelo cresce à velocidade de um caracol lesionado!

Numa quarta-feira decidi-me e na quinta já tinha seleccionado o cabeleireiro onde ia! Optei pelo Hi! hair identity depois de uma amiga me enviar uma fotografia de um corte curto feito lá e que achei bem executado e de muito bom gosto!

Se acham que não me custou cortar o cabelo assim....custou! Mentalizei-me e estava determinada mas passei as horas anteriores nervosa e nem dormi bem durante dois dias!! Ahahaha sim, é verdade! Para quem nunca cortou o cabelo, nem pintou, nem coisa nenhuma isto foi uma grande aventura!

Chegada ao cabeleireiro fui munida de uma série de imagens no telemóvel de cortes que me agradavam e dentro daquilo que mostrei deixei meterem-me as tesouras ao pêlo sem medo! A vontade de ver finalmente uma tesoura enfiada no cabelo era bem maior do que o receio do resultado final... O corte ficou ligeiramente mais comprido do que eu queria mas fui aconselhada a deixá-lo assim devido ao meu tipo de cabelo!





Se não gostava do meu cabelo? Gostava! E deixa uma certa saudade, principalmente porque gostava muito de o apanhar, de fazer tranças.... Mas não me arrependo e nunca tive tantos elogios ao meu cabelo! 

Muitas pessoas me perguntam se não foi um choque. se não me sinto mais leve e confortável.... a verdade é que não sinto grande diferença, a não ser no facto de ter uma franja à qual ainda não me habituei e mais peso no topo da cabeça (sentia que tinha um tufo de cabelo pousado) mas já me estou a habituar a essa parte.

Agora tenho imensos tiques como sacudir a cabeça para tirar o cabelo de dentro da toalha que enrolo quando saio do banho... 

É muito mais rápido e prático lavar e secar o cabelo e já posso tomar um bom banho completo antes de ir para a cama sem grandes preocupações! O único senão é que, pelo menos por enquanto, continuo a não dispensar o secador para domar o cabelo, senão fico cheia de pirolitos arrebitados! Quando durmo e saio do banho fica todo em pé e sinto-me um verdadeiro ananás e se fico com electricidade estática ou me dá o vento fico com uns pirolitos levantados aos quais carinhosamente já chamo da minha antena para apanhar melhor wireless..... também tenho de prender a franjinha com uns ganchos para poder aplicar máscaras na cara!!!

De manhã, agora pareço ter tempo para tudo, para demorar mais a sair da cama, para me maquilhar e quando olho para o relógio ainda me sobra tempo!

Por último, houve ainda quem dissesse "ah pintaste o cabelo de mais escuro, favorece-te" ou "achei que fosses mais loira"....sim, porque as pontas ficam sempre mais clarinhas do sol e como nunca o cortei tanto ele sempre esteve mais loiro....

Para quem morre de medo como eu morria de cortar o cabelo só posso aconselhar a aventurarem-se porque a recompensa é boa! E se não for, paciência, ele cresce!








5 comentários:

  1. Fica-te estupidamente bem, já disse e repito!

    ResponderEliminar
  2. Não tinha essa coragem porque amo cabelo comprido e o teu era lindo de morrer! Mas o resultado final ficou muito bem :)

    ResponderEliminar
  3. Ficou-te muito bem é verdade!
    Olhe eu cá não teria essa tua coragem admito!

    Beijinhos,
    Saltos Rosa

    ResponderEliminar
  4. Eu nunca o poderia fazer (pescoço demasiado alto para cortes curtos) mas a ti fica-te muito bem mesmo :)

    Tens um rosto muito bonito (não tens que o esconder com cabelos hehe) e o corte é bastante feminino.

    Parabéns pela coragem

    ResponderEliminar
  5. Eu acho que, para cortar o cabelo assim tão curto é preciso ter um rosto muito bonito. E tu tens-lo! Fica-te maravilhosamente bem!!
    Beijinhos***


    www.belezadizestu.blogspot.pt

    ResponderEliminar